MENU

Preso motorista envolvido em acidente com morte

Prefeito confirma emendas e projetos para Venncio

DEPOIMENTO CURIOSO Crédito: Eduardo Wachholtz / RVA

Motorista preso diz que foi obrigado a beber e a ir em boate

O homem de 42 anos, que estava com a CNH cassada e embriagado, prestou depoimento nesta manh na Delegacia de Polcia

  • Motorista preso diz que foi obrigado a beber e a ir em boate
    Foto: Divulgação

O caso do acidente registrado na manhã desta quinta-feira na RSC-453, no trevo da Coronel Brito, em Venâncio Aires, segue repercutindo. Nesta manhã, o motorista da Nissan Frontier prata, que estava com a habilitação cassada, prestou depoimento na Delegacia de Polícia.

Segundo o Delegado Vinícius Lourenço de Assunção, o motorista de 42 anos, morador de Linha Ponte Queimada, no depoimento relatou que dois indivíduos armados chegaram em sua residência. Os intrusos teriam obrigado o homem a ingerir bebidas alcoólicas. Ele, diante das armas de fogo, teria respeitado as ordens e se embriagado.

Em determinado momento, ele teria que buscar um funcionário nas proximidades da rodoviária de Venâncio Aires. O homem de 42 anos e os indivíduos armados teriam embarcado na Nissan e ido até a rodoviária. Chegando no local, o funcionário também teria sido rendido. Em vez de voltarem para a residência em Linha Ponte Queimada, foram até nas proximidades do pedágio de Cruzeiro do Sul.

Faltando cerca de dois quilômetros para o pedágio, os sujeitos armados ordenaram que o motorista parasse o carro. Todos ficaram por algum tempo ali bebendo e, na sequência, o responsável pela colisão foi obrigado a dirigir até uma boate noturna. Em seu depoimento, ele garante não recordar o período que ficou no local, apenas que consumiu bebidas e não teve relações sexuais.

Em seguida, entraram no trajeto de retorno para Linha Ponte Queimada. Neste percurso que ocorreu o acidente. Ele não lembra de muitos detalhes. Segundo o homem, logo após a batida esses indivíduos armados também mandaram ele fugir embora. Contudo, ao invés de ir para Ponte Queimada, como era ideia inicial, ele teria sido ordenado para ir para Cerro dos Bois.

O veículo, que estava bastante danificado com a colisão, teria ficado preso em um buraco. Ele foi pedir ajuda para os moradores nas proximidades e, quando retornou, percebeu que os dois homens armados teriam ido embora. A guarnição militar encontrou o morador local e o responsável pelo acidente próximos ao veículo. Assim, os policiais encaminharam o motorista para Delegacia de Polícia.

O acidente ocorreu às 6h20 e envolveu um caminhão de Teutônia, um Santana de Caxias do Sul e a Nissan Frontier. O caminhão e o carro estavam parados na sinaleira, quando foram atingidos na traseira pela camionete. O motorista fugiu e foi encontrado somente em uma vala na Linha Cerro do Bois. O caroneiro do Santana, identificado como Arildo Zampiron, 55 anos, morreu no local. O motorista do Santana foi encaminhado ao Hospital São Sebastião Mártir.

 

 

Tags: