MENU

Novo administrador do HSSM j atua em Venncio

Passeio ciclstico ocorre dia 8 deste ms

Nacional Crédito: G1

Mais de 200 venezuelanos so levados de Roraima para Braslia, So Paulo e Rio Grande do Sul

Para o Rio Grande do Sul so 125 imigrantes destinados para a cidade de Esteio

  • Mais de 200 venezuelanos so levados de Roraima para Braslia, So Paulo e Rio Grande do Sul
    Foto: G1

Mais 204 venezuelanos foram interiorizados na manhã desta quarta-feira, 5. Desta vez os imigrantes foram levados para São Paulo, Brasília e Esteio, município do Rio Grande do Sul. Eles foram levados em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) que decolou do Aeroporto Internacional de Boa Vista Atlas Brasil Cantanhede às 8h17 (9h17 de Brasília). 

A Casa Civil da presidência, que coordena o processo, informou que quatro venezuelanos foram levados para Brasília, 75 para São Paulo e 125 para a cidade de Esteio, no Rio Grande do Sul. 

O grupo que vai para o Sul do país é o primeiro que será recebido nos 47 apartamentos do abrigo de Esteio alugados e pagos pela Organização das Nações Unidas (ONU). O município recebeu do R$ 530 mil do Governo Federal para prestar assistência aos imigrantes por seis meses. 

A primeira parada do Boeing 767 será em Brasília. Depois, a aeronave segue para Guarulhos, em São Paulo, e, por fim, o Rio Grande do Sul. Com este voo, o Governo Federal interiorizou 408 pessoas só na primeira semana de setembro. 

Este foi o 10º voo do processo. O número de pessoas levadas de Roraima para outros estados chega 1.507. Na terça-feira (4) outros 204 seguiram rumo a Manaus e Cuiabá. O transporte de imigrantes de Roraima para o restante do país começou em abril. 

A interiorização conta com apoio da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), da Agência da ONU para as Migrações (OIM), do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 

Para aderir à interiorização, o Acnur identifica os venezuelanos interessados em participar e cruza informações com as vagas disponíveis e o perfil dos abrigos participantes. Eles têm que estar documentados e vacinados.

 

Texto: G1. Foto Alan Chaves, G1 RR, Boa Vista

Tags: