MENU

Assoeva enfrenta Copagril na segunda fase da LNF

Corpo encontrado s margens do arroio Castelhano

Venncio Aires Crédito: Veridiana Rhsler / RVA

Estudantes se mobilizam em solidariedade a professores pelo parcelamento de salrios

Alunos da Escola Sebastio Jubal Junqueira, de Vila Deodoro, organizam a mobilizao para segunda-feira no Centro

Alunos da Escola Sebastião Jubal Junqueira, de Vila Deodoro, organizam mobilização para segunda-feira, 11. A ação ocorre em solidariedade aos professores, que assim como demais servidores públicos estaduais, vêm recebendo os salários parcelados. A organização do ato é dos alunos do 3º ano do educandário. Mobilização também já havia sido feita ao longo da semana pelos alunos da Escola Monte das Tabocas.

Uma das alunas, Camila Inês Bencke, de 17 anos, falou sobre a mobilização em entrevista à Rádio Venâncio Aires. Ela ressaltou que foi criado um evento na rede social Facebook, denominado "Paralisação dos alunos pela educação", para mobilizar a população para o ato. Segundo a estudante, alunos de outras escolas e comunidade em geral também são convidados a participar da mobilização. "Juntos vamos demonstrar nosso carinho pelos nossos segundos pais. A união faz a força", enfatiza Camila. 

A mobilização na segunda-feira ocorre a partir de 13h30min, em frente à Igreja Matriz São Sebastião Mártir. Uma das professoras da Escola Jubal, Marione Drebel dos Santos, destaca o apoio dos alunos como fortalecedor para a categoria. Ela também ressalta que na segunda-feira, um boletim de ocorrência coletivo deve ser feito pelos professores contra o Governo do Estado por danos morais e materiais, já que as parcelas pagas pelo Executivo não têm custeado nem o deslocamento do professores até as escolas. 

Na escola Sebastião Jubal Junqueira alguns professores também aderiram à greve do magistério, enquanto que outros seguem lecionando normalmente. Em Venâncio Aires, também paralisaram atividades por tempo indeterminado as escolas Monte das Tabocas, Cônego Albino Juchen, Crescer, Adelina Isabela Konzen e Frida Reckziegel. Nesta última, a greve é parcial, atingindo apenas alunos do 5º ano ao Ensino Médio. 

Tags: